quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

May the force be with you

Este ano ia ser padrinho de casamento da minha grande amiga e colega de faculdade, a S.

A S. e o A. namoravam há 3 anos e o casamento seria algures para o Verão. Sucede que na sexta-feira passada, estava eu a meio de um jantar quando recebo um telefonema da S: tinha acabado de terminar o namoro, o noivado e mais um par de botas... o rapaz andava indeciso quanto ao compromisso e ela cansou-se de tantas indecisões, após ter percebido que os grandes passos só se dão a coberto de grande certeza do que se está a fazer.

Acabei de jantar e voltei a ligar-lhe a caminho de casa: entre lágrimas (dela) e algumas piadas (minhas) lá combinámos passar este sábado juntos para ver se ela anima. Dois dias depois ela volta a ligar-me para me relatar o óbvio: ao que parece um dos motivos para as indecisões do rapaz passava por uma burra de saias.

Quem conhece as mulheres sabe que não há como o despeito para elas revelarem o diabo que têm dentro delas. E se esta mostrou o dela...

Quando tudo estava (achava eu) morto e enterrado, vejo o seguinte "status update" no facebook do rapaz:

"Amanha vou cometer uma loucura, vou lutar pelo que é mais precioso, para mim claro.
Vou correr atrás da mulher que eu amo.
AMO-TE S"



Opá, eu até acho que a roupa suja se lava em casa e que o que se passa para lá do hall de entrada tem que ser muito esmifradinho antes de aparecer no facebook. E até acho que a S teve muita razão em dar-lhe com os pés. E que se calhar até é um disparate ela ponderar um regresso. Mas também sou um romântico que admira gente ousada (ainda que um bocado tonta, confesso) e que acredita em segundas oportunidades para todos os que as conquistam... por isso: FORÇA RAPAZ!   

7 comentários:

um coelho disse...

Curioso, porque do que li também torço pelo rapaz, mas pensava (da minha experiência por aqui, porque a experiência de vida é muito limitada) que os gays não acreditavam em segundas oportunidades.

Backpacker disse...

Já me pediram uma segunda oportunidade e não a dei e já esperei que quisessem uma segunda oportunidade e não ma pediram... isto é muito complicado. Para além disso, acho um bocado redutor considerar os gays diferentes das pessoas com outras orientações no que diz respeito a afectos.

Pepper disse...

e parece que a força esteve mesmo com ele! :)

Backpacker disse...

Pois... o facebook diz que sim: opá, adoro finais felizes na vida real! :D

pepper disse...

e eu! :) e valha-nos o FB para saber as novidades em primeira mão;)

pinguim disse...

Eu também torço 100% que tudo acabe em bem.
Sou um romântico inveterado...

Backpacker disse...

E não é que correu tudo bem Pinguim? :)